Em seu último dia como ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho fez uma despedida na manhã desta quarta-feira (30) e citou Guimarães Rosa ao lado de Bolsonaro e demais autoridades. As declarações foram feitas durante a inauguração de uma estação férrea em Parnamirim.

“O correr da vida embrulha tudo. A vida é assim, esquenta e esfria, aperta e depois afrouxa e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem”, citou o ministro.

Em seguida, Rogério disse que não falta coragem a Bolsonaro. “Presidente, o que a vida quer da gente é coragem e coragem não falta em você, não falta no povo brasileiro, não falta nesse ministro que está ao seu lado e não falta nos homens e mulheres de bem que vão apoiar esse projeto de Brasil”, complementou.

Com informações do Agora RN