Nesse domingo (10), Atlético Mineiro e São Paulo empataram em 0 x 0 no Mineirão pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. Porém, a partida ficou marcada por dois lances polêmicos no segundo tempo e depoimento de Hulk relatando ameaça de Anderson Daronco, árbitro da partida.

Ao final da partida, o atacante do Galo relatou o tom de ameaça usado pelo árbitro em uma conversa depois da partida. Além disso, o camisa 7 voltou a cobrar critério no campeonato e alegou que é prejudicado por ser forte fisicamente.

“Quando estava acabando o jogo ele falou assim: ‘Cuidado com o que você vai falar lá fora’. Eu falei ‘por que?’, e ele respondeu ‘porque não é o último jogo que eu vou apitar de vocês’. Isso é uma ameaça ou não? Eu não sei. Diante dos meus quatro filhos, foi a conversa que eu tive com ele ali”, afirmou Hulk.

“Eu não vi as imagens ainda, mas pelo menos no lance com o Miranda foi 100% pênalti. Eu não vi se ele tocou na bola primeiro. Eu vejo que ele vem de encontro a mim, e eu tiro a bola. Isso, se é fora da área, ele (Anderson Daronco) não pensa duas vezes, ele dá falta. Interpretações, né?! Tem sempre que usar o mesmo critério”, completou.

O primeiro lance aconteceu em torno dos 37 minutos da etapa final, onde Hulk e Miranda, zagueiro do São Paulo, acabam se chocando dentro da área. Após minutos de paralisação, Daronco não chegou a ir no monitor para rever o lance e a decisão de campo foi mantida.

O segundo lance polêmico também envolve um possível pênalti e ocorreu logo em seguida, aos 42 minutos. Após cruzamento na área, Igor Rabello cabeceia, e a bola vai na mão do zagueiro do São Paulo.

Vale lembrar que desde que chegou ao time mineiro, Hulk e Daronco já se encontraram nove vezes. Além dos memes envolvendo os “fortões”, a relação entre eles é quente.

Advertisement

Porém, a mais polemica aconteceu após a vitória do Flamengo sob o Atlético no Maracanã por 1 x 0, onde ao final da partida o camisa 7 disparou que Daronco havia feito uma arbitragem “ridícula”.

“Fui falar com o Daronco. Desde que eu cheguei aqui, meu primeiro ano, sempre olhei o Daronco como o melhor árbitro disparado daqui, com todo respeito a todos. Mas o que ele fez hoje aqui foi ridículo. Muita falta de respeito. Quando o Flamengo fez 1 x 0, eu não estou justificando nossa derrota, poderia ter empatado, poderia ter virado o jogo, poderíamos ter tomado mais gol, não justifica.” disse o atacante.

Além do episódio contra o Flamengo, o jogador já havia reclamado outra vezes sobre o árbitro. Uma delas foi pela Copa do Brasil, contra o Fluminense, onde o Galo venceu por 2 x 1 no Nilton Santos e o atacante cobrou muito faltas não marcadas e reclamou da não marcação de um pênalti aos 45 do segundo tempo em que estava em posição de impedimento.

Com informações do Metrópoles